Queiroga anuncia compra de mais 100 milhões de vacinas da Pfizer

O Paraná atingiu na manhã desta terça-feira (11) a marca de 3 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas. O vacinômetro, da Secretaria de Estado da Saúde, mostrava que até as 9h47 o Estado já tinha aplicado 3.005.815 doses, com 1.944.974 pessoas vacinadas com a primeira e 1.060.841 paranaenses que já completaram o ciclo vacinal, ou seja, receberam as duas doses dos imunizantes.

Até agora, 18% da população do Estado já recebeu a primeira dose e 40% do grupo prioritário definido no Plano Estadual de Vacinação, que chega a 4.812.142 pessoas, recebeu a primeira dose. Cerca de 10% dos paranaenses e 22% das pessoas que compõem os grupos prioritários, que são aquelas que estão mais expostas ou correm mais riscos com a doença, já completaram a imunização.

“Cada dose aplicada no braço de um paranaense é uma conquista porque significa que estamos mais perto de vencer a guerra contra o novo coronavírus”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “O Paraná tem uma boa estrutura, cerca de 1,8 mil salas de vacinação nas Unidades de Saúde, com equipes focadas na vacinação. Tudo isso contribui para acelerar esse processo. Temos que continuar o trabalho até atingir a imunidade de todos”.

O total de aplicações corresponde a 80% das 3.749.920 vacinas que o Estado recebeu do Ministério da Saúde e distribuiu aos municípios. Foram aplicadas 77% das primeiras doses, das 2.528.809 destinadas para esse fim, e 87% das 1.221.111 enviadas para completar o ciclo vacinal. Para acelerar o processo de imunização, o Governo do Estado criou a campanha De Domingo a Domingo e o Corujão da Vacinação, que ampliou o horário de vacinação em algumas cidades para atingir o maior número possível de pessoas.

O Estado tem recebido sistematicamente novas doses dos imunizantes Covishield, da parceria AstraZeneca/Fiocruz, e Coronavac, produzido pelo Sinovac/Butantan. O Ministério também já enviou dois lotes de vacinas da Pfizer/BioNtech, que por demandarem condições especiais de armazenamento serão distribuídas para Curitiba, Londrina, Cascavel e Maringá.

MUNICÍPIOS 

Entre os municípios com a maior porcentagem da população vacinada com a primeira dose, de acordo com Ranking de Vacinação contra a Covid-19 no Paraná, estão São Jorge d’Oeste (35%), Diamante do Norte (34%), Bom Jesus do Sul (32%), Pontal do Paraná (31%) e Kaloré (30%).

Em número total de aplicações, somando a primeira e a segunda doses, as que mais vacinaram foram Curitiba (496.651), Londrina (194.919), Maringá (129.259), Cascavel (92.949) e Ponta Grossa (87.262).

via redação Busão Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil contabiliza 17 milhões de casos

As 145.080 doses do imunizante produzido pela Pfizer/BioNTech chegaram na noite desta segunda-feira (7) ao Paraná. O material está armazenado no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba, para averiguação e separação e deve ser encaminhado ainda nesta semana para as Regionais de Saúde do Estado.  

As vacinas integram a 23ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde e representam o maior lote do medicamento produzido pela farmacêutica norte-americana encaminhado ao Estado. Com a nova remessa, o Paraná recebeu até o momento 360.360 unidades da farmacêutica.   

Foto: AEN PR

De acordo com informe técnico elaborado pelo governo federal, as vacinas serão destinadas para avançar na imunização do grupo prioritário com a primeira dose (D1). Estão reservadas para pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidade e pessoas com deficiência permanente (86.964), trabalhadores de educação do ensino básico (42.264), forças de segurança/salvamento e forças armadas (1.483) e trabalhadores do transporte aéreo (182). O restante é da reserva técnica. 

Ainda segundo o documento do Ministério da Saúde, baseado no estudo de estabilidade da vacina, o período de armazenamento foi ampliado de cinco para 31 dias, com temperatura de 2º a 8ºC. A alteração permitiu à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ampliar o alcance dos municípios atendidos pelo imunizante. 

O último lote, enviado na segunda-feira (07), por exemplo, chegou a 32 cidades de 19 Regionais de Saúde – 12 atendidos pela primeira vez pelo imunizante. 

Foto: AEN PR

“A orientação do governador Ratinho Junior é de ofertar o maior número de doses, dos diferentes imunizantes disponíveis, para todas as regiões do Estado. E que a distribuição seja rápida para que as vacinas possam chegar logo ao braço dos paranaenses e garantir a proteção contra o vírus”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. 

VACINAÇÃO 

De acordo com o Vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS), o Paraná aplicou mais de 4 milhões de doses até a manhã desta terça-feira – 2.793.678 referentes à primeira dose e 1.232.380 segundas doses. Além do grupo considerado prioritário pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), que alcança quase 5 mihões de pessoas, o Estado começou a vacinar a população em geral de forma escalonada.

via redação Busão Curitiba

Copa América no Brasil não traz risco adicional de covid-19

A partir desta terça-feira (8), Curitiba amplia a imunização contra covid-19 para pessoas com 57 anos completos e mais. Para evitar filas e aglomerações o grupo será escalonado por mês de nascimento. 

Na terça-feira (8), a vacinação será para pessoas com 57 anos completos nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho. Na quarta-feira (9), serão imunizadas as que têm 57 anos completos nascidas entre 1º de julho e 31 de dezembro.

Pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente de 18 anos ou mais que ainda não se imunizaram também podem buscar a vacina.

Para todos esses grupos a vacinação acontece por procura direta, em um dos 17 pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h. (lista abaixo). No dia da vacinação, o cidadão deve apresentar documento de identificação com foto, CPF, um comprovante de endereço de Curitiba e uma caneta.

Evite filas

A Secretaria Municipal da Saúde pede que esses grupos façam o cadastro antecipado no aplicativo Saúde Já. Assim, evitarão filas nos postos de imunização. O cadastro é rápido e gratuito, pode ser acessado pelo aplicativo de celular, disponível nas versões Andróid e IOs, ou pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br.

A SMS de Curitiba seguirá ainda com a imunização de professores e profissionais da educação com 43 anos e mais. Para esse grupo, a vacinação é feita em 10 pontos exclusivos.

Vacinação de professores é ampliada para 43 anos e mais

Vacinação contra a covid-19

  • Pessoas com 57 anos completos:  nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho, terça-feira (8/6);
  • Pessoas com 57 anos completos:  nascidas entre 1º de julho e 31 de dezembro, quarta-feira (9/6);

Pontos fixos de vacinação contra covid-19 

Das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho
3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra
4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado
5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado
6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches
7 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri
8 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão
9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão
10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru
11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba
12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira
13 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo
14  – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo
15 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade
16 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n
17 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700
 

via redação Busão Curitiba